Acompanhe-nos nas redes sociais:

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon

© 2018 por Angius

Horário de Funcionamento

Seg - Sex: 08:00 - 20:00

Endereço:

SHIS QI 9, Conjunto 18, Sala 307. Centro Clínico do Lago. Lago Sul, Brasília-DF

 

Mapa:

 

Guia sobre meia elástica

Atualizado: 5 de Nov de 2019



As meias elásticas de compressão são indicadas pelo angiologista quando há a necessidade de compressão contínua a médio ou longo prazo como auxílio no tratamento de afecções venosas crônicas, muitas vezes sendo imprescindíveis para o bom resultado.


TIPOS DE MEIA ELÁSTICA:

Em relação ao tamanho, as meias elásticas podem ser curtas (3/4 – abaixo do joelho) ou longas (7/8, meia-coxa e meia-calça), que serão prescritas pelo angiologista de acordo com o tipo de compressão que se necessita.

Em relação ao grau compressão, podem ser de baixa compressão (15-20mmHg), usadas para prevenir a ocorrência de trombose venosa em viagens longas; de média compressão (20-30mmHg), usadas como parte do tratamento de varizes sintomáticas e após a realização de escleroterapia; e, por fim, as de alta compressão (30-40mmHg), usadas como parte do tratamento para insuficiência venosa crônica grave, que são as alterações de pele causadas por varizes graves ou trombose venosa crônica.


COMO ELA FUNCIONA:

As meias funcionam através da compressão exercida no membro, cujos efeitos resultam em aumento do retorno venoso e diminuição do refluxo das veias doentes, redução do inchaço do membro e melhora da drenagem linfática. Para isso, a compressão maior se inicia no tornozelo e vai reduzindo gradualmente até sua altura final, reiterando a importância em se respeitar a os limites da meia.

HORÁRIO DE COLOCAÇÃO:

Importante que a compressão seja iniciada pela manhã, colocando-se ao levantar, retirando-a ao se deitar à noite.


GARROTEAMENTO:

Ao calçá-la, deve-se evitar zonas de dobras, mais frequente com meias curtas, em virtude de o tecido ser mais rígido em sua terminação superior. As meias curtas devem ficar a dois dedos abaixo do joelho, as meias longas terminam na altura da prega glútea e as meias calças devem cobrir todo o abdome. Pelo mesmo motivo, as meias elásticas com ponteira (em que o dedo fica descoberto), preferidas por algumas mulheres, devem ter os calcanhares totalmente cobertos.


Para qualquer dúvida sobre o funcionamento ou calçamento das meias, procure seu angiologista.





Autoria:

Dra Karolina Frauzino (CRM 18729) - Membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV)


#meiaelastica #vascular #varizes #angius #clinicaangius #angiologia #meiascompressão #saudevascular #pernaslindas