Meia compressiva na trombose: o que dizem os artigos científicos


A meia compressiva é receitada frequentemente para trombose venosa profunda e, apesar do uso comum, percebo muita desinformação acerca da função da meia de compressão nessa situação.


Na medicina não existe essa história de "sempre ou nunca", "certo ou errado", não há profissional que seja dono da verdade ou paciente que saiba certamente o que é o melhor pra si mesmo.


Guiamos nossas condutas médicas em estudos científicos que estão em constante atualização e, às vezes, mudanças. Colegas dedicam grande parte do seu tempo em refutar idéias e testar hipóteses, para tornar nosso trabalho cada vez mais confiável.


Assim é também a terapia compressiva: não há certo ou errado e o que orientamos nos baseamos em trabalhos existentes hoje que trazem (maior ou menor) evidência científica.


Para vocês terem ideia da importância que o meio médico dá à terapia compressiva, o International Compression Club (ICC) é um grupo de especialistas que inclui médicos envolvidos em terapia de compressão, bem como especialistas técnicos de empresas que fabricam dispositivos de compressão para uso clínico. Da mesma forma, a Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular publicou alguma recomendações acerca do uso.


De forma geral, classificamos os trabalhos em alta evidência e baixa evidência científica, de acordo com tipo de estudo realizado. Um estudo de baixa evidência não significa que seja ruim, às vezes ele é o ponto de partida para que outros estudos mais complexos possam surgir.


Meia de compressão e o tratamento da trombose venosa profunda

Alguns estudos comparativos verificaram que pessoas que fizeram o uso da meia compressiva precocemente junto com o tratamento com anticoagulantes tiveram menor progressão do trombo e recanalização (desobstrução) precoce das veias afetada.


Meia de compressão e de embolia pulmonar

O medo de que o uso da meia de compressão e caminhada precoces aumentariam o risco de embolia pulmonar é refutado em vários trabalhos e atualmente não há proibição do uso por este motivo.


Meias de compressão na síndrome pós-trombótica

Uma metanálise de oito ensaios clínicos randomizados concluiu que as evidências até o momento apoiam o uso de compressão para reduzir o risco de síndrome pós-trombótica.

No entanto, os autores afirmaram que os achados precisam ser interpretados com cautela, tendo em vista a heterogeneidade dos estudos incluídos na metanálise.


Sobre o tempo de uso, trabalho citado na diretriz brasileira de trombose venosa profunda mostrou que o uso por três meses reduziu sintomas.


Assim as diretrizes internacionais recomendam o uso de meias de compressão com o fim de prevenção de síndrome pós-trombótica - alto grau de recomendação e nível de evidência moderado.


Meias de compressão e dor na trombose venosa profunda

Estudos comparativos mostraram redução significativa na dor do membro acometido após 7 dias de uso da meia compressiva Classe 2, 3/4.

Quando o uso é iniciado após 2 semanas, esse benefício não foi comprovado.


O uso de meia de compressão para aliviar a dor da trombose venosa profunda para aliviar é recomendado pelas diretrizes atuais, com alto grau de recomendação e nível de evidência moderado.


Meias de compressão e inchaço na trombose venosa profunda

Estudos comparativos mostram redução significativa do inchaço após 7 dias de uso de meia compressiva, em detrimento do não uso. Dessa forma, seu uso é recomendado nas diretrizes atuais com essa finalidade, com alto grau de recomendação e nível de evidência moderado.



Dra Karolina Frauzino é médica Cirurgiã Vascular, com Título de Cirurgia Vascular pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Vascular e atua na cidade de Brasília-DF.


Referências:


  • Indications for medical compression stockings in venous and lymphatic disorders: An evidence-based consensus statement. https://journals.sagepub.com/doi/full/10.1177/0268355516689631

  • Aschwanden, M, Labs, KH, Engel, HAcute deep vein thrombosis: early mobilization does not increase the frequency of pulmonary embolism. Thromb Haemost2001; 85:4246

  • Schellong, SM, Schwarz, T, Kropp, JBed rest in deep vein thrombosis and the incidence of scintigraphic pulmonary embolism. Thromb Haemost1999; 82(Suppl 1):127129.

  • Blättler, W, Partsch, H.Leg compression and ambulation is better than bed rest for the treatment of acute deep venous thrombosis. Int Angiol2003; 22:393400.

  • Kahn, SR, Shapiro, S, Ducruet, TGraduated compression stockings to treat acute leg pain associated with proximal DVT. A randomised controlled trial. Thromb Haemost2014; 112:11371141.

  • Projeto Diretrizes SBACV. Trombose venosa diagnóstico e tratamento.



#meiacompressiva #meiacompressivanatrombose #trombose #trombosevenosa #drakarolinafrauzino #clinicaangius #angiologistaembrasilia #angiologia #angiologistadf

Acompanhe-nos nas redes sociais:

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon

© 2018 por Angius

Horário de Funcionamento

Seg - Sex: 08:00 - 18:00

Endereço:

SHIS QI 9, Conjunto 18, Sala 307. Centro Clínico do Lago. Lago Sul, Brasília-DF

 

Mapa: