Meia compressiva: proibido usar nesses casos

Atualizado: 13 de Jun de 2020



Em várias outras publicações falei sobre os benefícios da meia compressiva, sobre dicas de meia compressiva, como escolher.


Agora vou falar sobre situações e perfis de pessoas que não podem usar meia compressiva, mesmo quando estiverem em situações que precisem delas: as pessoas contra-indicadas a usar.



Insuficiência cardíaca congestiva grave

Existe o risco de que eles desenvolvam sobrecarga sistêmica de líquido. No entanto, a redução de edemas moderados, sem deslocar volumes sanguíneos maiores para o coração direito, pode ser alcançada usando terapia compressiva leve.


Isquemia crítica do membro

Pacientes com doença arterial periférica, a depender do grau, podem ser contraindicados a usar terapia compressiva, pois há risco de isquemia ou necrose cutânea local, principalmente se o membro estiver elevado.


Neuropatia periférica avançada

O uso pode ser feito, mas com muito cuidado, pois a ausência de sensibilidade que acompanha pode atrapalhar o julgamento da eficiência da meia com risco causar danos.


Pele frágil de papel de seda

Essa alteração de pele é comum entre os idosos e confere risco de lesão pela fricção do tecido sobre as proeminências ósseas.


Dermatite

A pele com lesões ativas em contato com tecido friccionando o local pode sofrer irritação e piora das lesões. Além disso, a depender das lesões, pode haver infecção secundária.


Reações alérgicas ao tecido

A reação alérgica se dá como aparecimento de placas avermelhadas e coceira no local de contato do tecido com a pele.








Dra Karolina Frauzino é Cirurgiã Vascular com Título de Especialista em Cirurgia Vascular pela Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular










Referência:

  1. Indications for medical compression stockings in venous and lymphatic disorders: An evidence-based consensus statement. https://journals.sagepub.com/doi/full/10.1177/0268355516689631

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo