Síndrome do desfiladeiro torácico

Atualizado: 1 de Set de 2019


Dores, formigamento, dormência, mudança de coloração e sensação de cansaço nas mãos e nos braços são queixas frequentes de quem sofre dessa síndrome.


Vamos lá à explicação.




O que é, afinal essa síndrome?

Respira que aí vem explicação:


Do coração, para irrigar os braços e mãos, parte uma artéria acompanhada de veia e nervos que, durante o caminho até chegar no braço, passa por região estreita entre ossos e músculos (incluindo a clavícula, costela, músculos do peito e do pescoço) num espaço que foi chamado por anatomistas de "desfiladeiro torácico" - vide foto. Esse espaço, que já é estreito, diminui ainda mais dependendo da posição do pescoço, do tórax e dos braços adotada - a saber: braços levantados, pescoço virado para o lado, posição de "peito pra fora". Todas essas posições reduzem o espaço do desfiladeiro torácico. Isso é a situação normal e não costuma dar sintomas.


No entanto, há pessoas que possuem alterações anatômicas que fazem com que o espaço "desfiladeiro torácico", por onde os vasos sanguíneos passam, seja ainda mais estreito. E o resultado? Ao adotar aquelas posições citadas, seus vasos sanguíneos são comprimidos entre os ossos e músculos e os pacientes experimentam sintomas decorrentes dessa compressão.


Quais são os sintomas da síndrome?

Quando a artéria é comprimida: Dormência nos dedos e nas mãos, cansaço nos braços, palidez nas mãos, formigamento nas mãos são sintomas de que o sangue pode não estar chegando.


Quando a veia é comprimida: Inchaço das mãos, coloração azulada do braço, inchaço das veias e mesmo ocorrência de trombose de veias do braço após esforço com o braço, são sintomas decorrentes da lentificação da circulação de retorno.


Quando o nervo é comprimido: formigamento, dormência e/ou perda de força na mão e no braços.


Os sintomas podem estar presentes de um lado só ou bilateralmente.


E qual é a complicação disso?

Além dos sintomas que são muitas vezes incapacitantes - imagina só não conseguir nem pentear o cabelo por muito tempo por sentir dormência nas mãos - também há algumas complicações.


Compressão da veia: trombose venosa do braço

Compressão da artéria: aneurisma, estenose permantente da artéria



Parece sério, não ?! E pode ser.


E como ter certeza que eu tenho isso?

Precisa dizer que uma avaliação do angiologista é indispensável?


A essa altura você já teve que ler três vezes para entender e não é difícil imaginar que não se trata de um diagnóstico fácil pra o paciente fazer sozinho em casa.


Além de examinar o paciente, o angiologista pode lançar mão de alguns exames:

  • Ecodoppler venoso dos membros superiores

  • Ecodoppler arterial dos membros superiores

  • Raio X

  • Ressonância magnética

  • Arteriografia

  • Flebografia

  • Tomografia computadorizada

  • Eletroneuromiografia

Com esses exames, o angiologista não só detectará a compressão dos vasos sanguíneos, com também identificará o que os está comprimindo (pode ser uma alteração óssea, uma fibra muscular, etc).


E como Tratar?

Aqui temos duas frentes que serão decididas pelo angiologista/cirurgião vascular: intervenção ou tratamento clínico a depender do que foi detectado no exame.


Tratamento clínico: fisioterapia, terapia de reeducação postural, medicações neuroprotetoras.


Tratamento cirúrgico: extração de segmento ósseo anômalo, exérese de fibra muscular


Tratamento endovascular: colocação de stent na artéria ou na veia.



Alguma dúvida ainda? Comente abaixo ou nos mande um e-mail.



Autoria: Dra Karolina Vencio Frauzino Ramos

Título de Especialista em Cirurgia Vascular pela Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular

Membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular


#desfiladeirotorácico #síndromedodesfiladeiro #formigamentonasmaos #dormencianasmaos #angius #clinicaangius #drakarolinafrauzino #angiologistabrasilia #angiologiabrasilia #cirurgiavascularbrasilia #cirurgiavascular #angiologistalagosul #angiologialagosul


Acompanhe-nos nas redes sociais:

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon

© 2018 por Angius

Horário de Funcionamento

Seg - Sex: 08:00 - 18:00

Endereço:

SHIS QI 9, Conjunto 18, Sala 307. Centro Clínico do Lago. Lago Sul, Brasília-DF

 

Mapa:

 

  • angiologista em brasilia df

  • angiologista trombose brasília df

  • tratamento de varizes brasilia df

  • "Angiologista DF"

  • angiologista sulamérica DF