Urgência Vascular em tempos de COVID

Atualizado: 15 de Abr de 2020






Nesse período de pandemia, em que os próprios profissionais da saúde estão liderando o movimento de estimular ao isolamento social - evitar aglomeração e sair de casa somente quando muito necessário, surge a dúvida: será que é caso de procurar o angiologista agora ou dá pra esperar um pouco?


Existem algumas condições em que alterações circulatórias são graves e não podem esperar. Pensando nisso e alguns angiologistas estão abrindo canais para a teleconsulta, teleorientação e teletriagem, que facilita e muito a identificação dessas condições.

São elas:


  • Suspeita de trombose venosa profunda - quando há dor, inchaço súbitos em alguma das pernas.


  • Flebite de alguma veias - comum nas veias doentes das varizes ou durante a gravidez - em que se percebe a veia quente, dura e vermelha.


  • Obstrução aguda de alguma artéria do braço ou da perna - em que a falta de circulação causa muita dor, frialdade, palidez ou mesmo escurecimento da mão ou do pé.


  • Gangrena nos pés ou dedos - que começa com o dedo ficando azulado e depois escurecido.


  • Infecção de uma úlcera varicosa - que a gente vê pela mudança no cheiro ou na secreção


  • Infecção tipo erisipela nas pernas - pernas vermelhas e quentes, acompanhado de febre, podendo surgir ínguas na virilha


  • Dor abdominal em paciente com aneurisma de aorta já conhecido - que pode significar alguma complicação



Bom, esse é um vídeo de orientação. Faltou muito pra abranger todas as doenças da especialidade, porém o objetivo é nortear cada um de vocês pra existência dessas situações de urgência que podem ser avaliadas em consultório sem necessidade de ir ao hospital nesse momento.







Dra Karolina Frauzino é médica cirurgiã vascular em Brasília-DF, membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, com Título de Especialista pela AMB/SBACV.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo